REVISTA VIRTUS


A eterna briga by falle criativo

 luta

Por Sandro Cavallote, designer, trabalha com criação há cerca de 15 anos e é autor do livro “365 – um guia prático para futuros profissionais de comunicação”. Site: www.cavallote.com.br .

Esta semana um cliente veio com a pergunta que todo designer um dia vai ter que enfretar: “Sandrão, o certo é logomarca ou logotipo?”. O fato é que desde os primeiros dias em que você vai estudar design, essa incógnita vira e mexe aparece. Existem os ferrenhos defensores da logomarca, assim como existem os amigos do tipo e os mais apaziguadores, que as utilizam até como se fossem sinônimos. Uma coisa é certa: sinônimos, não são. Mas como os padrões para a profissão de designer são definidos a passos de tartaruga, o importante é você tentar entender a simplicidade do problema e definir o que seja melhor para você. Seguindo a terminologia, “logomarca” seria uma marca com desenho (ícone, picto) e “logotipo” seria apenas a utilização de uma determinada tipologia. Ambos, teoricamente, devem expressar uma única coisa: o símbolo de um conceito, seja ele um produto, serviço ou empresa.

Exposta a rusga, proponho que os novos designers sigam uma nova linha de raciocínio: a expansão do conceito independente da maneira de ser chamado. Ou seja, pensar não apenas no desenho ou tipologia, pensar que sempre que você estiver desenvolvendo um picto para representar algo, pense em como essa marca vai se comportar agora, amanhã e depois. Pois é isso que vc está criando: uma marca.

A marca vai além do desenho. Ela deixa de ser apenas um grafismo, e representa a personalidade da empresa. Todo o desenvolvimento de marketing, design, publicidade e até logística precisa ser visto na hora de se montar uma marca. A marca é o coração da empresa/serviço/produto.

Aplicar conceitos básicos de branding não é tão complicado quanto parece. Sei que o legal mesmo é sentar na frente do micro, desenhar no Ilustrator, usar efeitos no Photoshop e, principalmente, terminar o serviço. Mas antes de tudo isso, a busca da referência é o primeiro passo para o sucesso da marca. Quanto mais você se inspirar, estudar, respirar o briefing para a conceituação da marca, mais chance terá de ter sucesso. Pesquisar, ser curioso e não ter preguiça é obrigatório para um designer. O que deve ser feito é imaginar como a marca que está sendo desenvolvida será vista a curto, médio e longo prazo e, principalmente, entender o segmento para que a marca se destaque. O estudo de cores e fontes, os ícones (se houverem) também fazem parte dessa pesquisa. Nunca teste apenas 3 fontes, utilize dez, vinte, trinta. Deixe-as no mesmo arquivo de layout, e elimine-as uma a uma. O mesmo com cores. Crie uma tabelinha com variações e combinações. O importante é não poupar energias para testar.

Se esquecermos a rincha “logomarca vs. logotipo” e pensarmos “marca” estamos dando alguns passos à frente da concorrência, assim como estamos deixando o cliente mais feliz, pois, além da aparência, estamos dando destaque a uma coisa esquecida por muitos designers na hora de criar uma marca: o conteúdo.


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Enfim, pensem muito antes de sentar na frente do computador e fazer só um desenho, o trabalho do designer vai muito alêm da técnica, muito alêm de um processo técnico feito através de um computador, envolve pesquisa e conceitos.

Comentário por revistavirtus

[…] LEIA MAIS […]

Pingback por Logotipo X Logomarca – A ETERNA BRIGA « Go Mind:. Publicidade

[…] LEIA MAIS […]

Pingback por Go Mind » Blog Archive » Logotipo X Logomarca – A ETERNA BRIGA




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: